Se você chegou até aqui é porque já tem em mente a ideia de abrir o seu próprio negócio ou é empreendedor. É hora então de descobrir como fazer um plano de negócios eficiente. Ele é quem dirá se o empreendimento será viável e quais são os caminhos a percorrer para alcançar os objetivos e atingir metas.

Continue a leitura e descubra como esse planejamento pode ajudar no universo do empreendedorismo e como começar a elaborar o seu. Não se esqueça de fazer anotações nos pontos que julgar importante. 

Entenda o que é um plano de negócios

O plano de negócios consiste basicamente em um mapa com todos os objetivos de um negócio e táticas que serão adotadas para que essas metas sejam alcançadas. Seu objetivo é minimizar as chances de erro durante o trajeto. Esse plano também inclui alguns estudos relacionados ao mercado, concorrentes, fornecedores e tipos de produto ou serviço que serão oferecidos.

Além disso ele ajuda o empreendedor a entender se há viabilidade no estilo de empreendimento imaginado, quantos colaboradores capacitados serão precisos para dar o pontapé inicial, quais cargos ocuparão etc.

Por fim, esse material é extremamente útil para conquistar investidores que não conhecem muito bem o mercado. Serve como uma prova de que o empreendedor pensou nos riscos e em maneiras de contornar essas adversidades, estratégias de marketing e enquadramentos contábeis, por exemplo. 

Fica mais fácil conquistar um investimento quando o empreendedor mostra que tem um plano para agir.

Saiba como fazer um plano de negócios

Confira um passo a passo resumido de como desenvolver um plano de negócios eficiente e que abranja todas as necessidades de análise do seu empreendimento.

Materialize a ideia

O primeiro passo é obviamente pensar na ideia do negócio, quais dores ele irá suprir no mercado? Também é hora de criar os produtos ou serviços e determinar qual o perfil de clientes a empresa buscará. Vale a pena mensurar quanto de lucro será possível obter e quando haverá retorno sobre o dinheiro investido.

Faça um estudo de mercado

Nessa etapa, deve-se realizar um estudo para escolher os fornecedores adequados, visando a competitividade e qualidade de material. Também é preciso conhecer os principais concorrentes do setor e as características do cliente (é importante montar uma persona).

Cuide dos processos burocráticos

Simulações de valores e situações comerciais são muito bem-vindas nessa etapa. Além disso é preciso pesquisar sobre as legislações tributárias, o CNAE a ser cadastrado etc.

De forma resumida, todo plano de negócios deve conter:

  • análise de mercado: especificando quem será o cliente, por que adquirirá o produto ou serviço oferecido e para quê, a qual classe social pertence esse comprador e qual é o seu estilo de vida;
  • plano de marketing: aqui devem ser descritos todos os produtos, como se diferenciam da concorrência e como serão divulgados;
  • plano operacional: será necessário adquirir maquinário? Como será o processo de produção? Qual será a mão de obra necessária?;
  • plano financeiro: devem ser descritos os investimentos necessários, capital de giro, faturamento mínimo e prazo de retorno para o investimento.

Utilize um software de gestão

Deu para perceber que elaborar um plano de negócios não é tarefa simples, não é mesmo? E se você for um marinheiro de primeira viagem, talvez se sinta perdido em algumas etapas. Isso é natural! Para resolver esse problema, você pode utilizar softwares de gestão desenvolvidos especificamente para a elaboração desse tipo de planejamento.

Algumas ferramentas conseguem, por exemplo, prever prazos, resultados e metas de forma interativa, utilizando como base os dados inseridos pelo usuário. Isso facilita muito o processo, porque o empreendedor dispõe de previsões mais realistas.

Esses softwares também têm capacidade de analisar a viabilidade do negócio, o que pode ser muito útil para empreendedores com pouca experiência no mercado.

Ao concluir todo esse processo, é hora de pôr a mão na massa e dar início à gestão da empresa. Lembre-se de que, por melhor que seja um planejamento, não haverá resultados se você não partir para a ação.

Agora que você já sabe como fazer um plano de negócios, que tal entender como um software de gestão pode ajudar, já que essa ferramenta não se limita apenas ao auxilio no planejamento?