Seja no atacado, seja no varejo, a balança comercial representa um equipamento de extrema importância para a execução das operações no comércio, pois é responsável por realizar as medições de peso dos produtos que entram no estoque e são vendidos aos clientes. Mas você sabe como fazer a manutenção de balança?

Os tipos de balanças mais modernas, como as digitais, fazem pesagens mais rápidas e precisas, o que contribui para economizar tempo, agilizar o atendimento ao consumidor, melhorar a gestão do negócio e reduzir a necessidade de mão de obra. Porém esses benefícios só serão alcançados se o equipamento estiver funcionando corretamente. Então descubra a partir de agora a importância da manutenção e como realizá-la com eficiência!

Qual é a importância de fazer manutenção de balança?

Por ser instalada e funcionar em ambientes não controlados, as medidas de peso podem sofrer alterações influenciadas por ações do tempo. Algumas partes do equipamento podem oxidar com a ferrugem e mudar o padrão estabelecido pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), órgão responsável por regular o uso desse tipo de equipamento.

Como a pesagem de alimentos é uma rotina nos estabelecimentos comerciais, garantir o funcionamento correto da balança se torna tão importante quanto manter a qualidade dos produtos vendidos. Sem esse cuidado o negócio pode ser multado e ter as suas atividades suspensas ao receber uma visita surpresa da equipe de fiscalização.

Situações como essas poderiam gerar uma imagem negativa para o empreendimento e muitos clientes seriam perdidos por falta de confiança. Então não deixe que isso aconteça no seu comércio.

Por que a manutenção preventiva é melhor que a corretiva?

Basicamente, existem dois tipos de manutenção que podem ser realizadas nas balanças comerciais: a corretiva e a preventiva. No primeiro caso, estamos falando da necessidade por reparos de defeitos que surgiram sem qualquer sinal aparente. Eles podem ser representados por falhas na pesagem, danos por quedas, lâmpadas queimadas dos mostradores digitais etc. O profissional de manutenção é acionado para o conserto após a identificação do problema.

Já a manutenção preventiva é aquela que acontece periodicamente, sem a existência de defeitos aparentes. Esse tipo de manutenção é mais importante, pois submete a balança a uma série de testes, permitindo a detecção e prevenção de possíveis defeitos em andamento, troca de peças e componentes desgastados e a calibragem das medidas de peso padrão. Consequentemente, o equipamento quase não apresentará problemas e tem o tempo de vida útil estendido.

Quando você deve fazer a manutenção do equipamento?

O órgão responsável por fiscalizar as balanças comerciais é o IPEM (Instituto de Pesos e Medidas). Representantes devidamente autorizados costumam fazer visitas anuais aos estabelecimentos para averiguar a precisão dos equipamentos, mas algumas visitas podem acontecer sem aviso prévio, principalmente quando for o caso de uma intervenção técnica.

Dessa forma, o ideal é que tanto os varejistas quanto os atacadistas criem e respeitem um cronograma de manutenção preventiva, que pode ser mensal. Isso deve ajudar a manter a calibragem correta das balanças e evitar a constatação de possíveis irregularidades em uma visita surpresa para averiguação.

Como uma constatação dessas deve gerar autuação, multa e até a paralisação das atividades do estabelecimento, qualquer sinal ou princípio de defeito percebido deve gerar imediata intervenção no uso da balança, substituindo o equipamento por outro reserva até que o serviço de manutenção seja realizado.

Como fazer a manutenção de balança comercial?

Para garantir a conservação e funcionamento adequado do equipamento por mais tempo, é preciso fazer algumas manutenções simples e chamar um especialista sempre que a operação envolver a parte técnica. Abaixo, separamos algumas dicas de cuidados que você deve adotar. Acompanhe!

Powered by Rock Convert

Crie e respeite um programa de manutenção

Segundo o IPEM, a fiscalização pode ser feita de maneira eventual e a qualquer tempo, por iniciativa própria do órgão. Porém ela ocorre principalmente quando são registradas reclamações do consumidor. Então, para não correr o risco de ser surpreendido de forma negativa, estabeleça uma regra de manutenção preventiva a ser realizada periodicamente.

Você pode fazer uma manutenção própria do que for possível uma vez por semana, sempre no fim do expediente de sábado, se não abrir no domingo, por exemplo. Com relação à parte técnica, agende pelo menos uma manutenção mensal com os especialistas. De preferência, fora do expediente para não atrapalhar o atendimento ao cliente.

Faça limpezas periódicas nos equipamentos

Como a balança possui um lacre controlado pelo INMETRO, você não tem acesso ao sistema interno do equipamento. Porém, isso não significa que a manutenção é de responsabilidade única e exclusiva dos técnicos autorizados. A parte externa também precisa de manutenção e essa você pode fazer.

Durante o processo de pesagem dos alimentos, diversos resíduos se desprendem e agarram na balança. Isso pode afetar os componentes internos mais sensíveis e comprometer o funcionamento correto. Então uma vez na semana ou no fim do dia, dependendo do acúmulo de sujeiras, faça uma boa limpeza no equipamento.

Para isso, use um pano, tipo flanela, limpo e seco, ou levemente úmido com água limpa, e passe-o em volta de toda a balança para remover os detritos e poluentes. Evite usar produtos químicos no processo.

Realize a conferências de precisão

Outra coisa que você deve fazer uma vez por semana, pelo menos, é testar a calibragem da balança, fazendo conferência de precisão. Aqui, você deve utilizar um peso padrão. Se a balança apresentar alguma divergência no resultado da pesagem, significa que está desregulada e precisar ser recalibrada urgentemente.

A desregulagem não é um fato raro no varejo e pode ocorrer devido à frequência alta de uso do equipamento. Sendo assim, é recomendável que faça o teste uma vez por semana. Além disso, faça o teste nos lados (bordas) do prato da balança para ver se o peso apresentado é o mesmo. Se não for, possivelmente há um erro de canto que precisa ser corrigido.

Contrate um serviço especializado

Como as balanças são regulamentadas pelo INMETRO, as manutenções preventivas e corretivas, como consertos e reparos, só podem ser realizadas por organizações com especialização comprovada e devidamente autorizadas. O objetivo desse controle é evitar fraudes e riscos que levem ao descumprimento da lei.

Portanto é de extrema importância considerar essa exigência na hora de contratar os serviços. Para ficar mais fácil, procure adquirir as balanças de distribuidores autorizados que também ofereçam o suporte. Para certificar o uso da balança, o técnico deve usar um lacre especial e notificar o órgão, bem como o IPEM, sobre o serviço realizado, gerando uma visita de averiguação.

Como pôde ver, a manutenção de balança é muito importante e deve ser mantida em dia para não gerar interdições de uso dos equipamentos. Então siga as nossas orientações, desenvolva um diferencial e não corra riscos!

Gostou das dicas? Assine a nossa newsletter agora mesmo para receber mais informações como estas!

Powered by Rock Convert