O home office é uma tendência global que se popularizou no Brasil por conta do isolamento social causado pela pandemia de COVID-19. Independentemente do motivo, é fato que cada vez mais as empresas contarão com esse modelo de trabalho, que economiza em estrutura e pode até apresentar resultados melhores que o trabalho presencial. Quer entender mais sobre o impacto do home office na produtividade?

Neste artigo, você terá uma visão ampliada sobre esse conceito, além de conferir como estabelecer uma rotina no home office pode impulsionar resultados. Veja como você pode ajudar seus funcionários a criar rituais de sucesso e como a legislação regulamenta essa atividade. Boa leitura!

Qual é a diferença entre home office e trabalho remoto?

Por se referirem a modalidades de trabalho na qual o colaborador não atua de dentro da empresa, às vezes o home office e o trabalho remoto são confundidos. Entretanto, existem algumas diferenças entre eles:

  • no home office (escritório em casa, em livre tradução para o português), entendemos que o funcionário atua da sua residência, desenvolvendo os serviços para a empresa;
  • no trabalho remoto, o funcionário também atua a distância, mas não necessariamente de casa. É um tipo de serviço que já é comum no nosso país há mais tempo. Por exemplo, quando você precisa de um reparo na sua casa ou empresa, e é agendada a visita de um técnico, esse profissional está realizando um trabalho remoto.

Quais são os benefícios do home office?

Existem muitos mitos relacionados ao home office. Talvez por isso as empresas desconheçam que é uma excelente oportunidade contar com essa opção. Primeiro, é importante destacar que, em condições normais de trabalho, é possível propor esquemas híbridos.

Por exemplo, um executivo que ajuda na gestão empresarial pode trabalhar de casa e comparecer à empresa apenas duas vezes por semana para participar de reuniões, coletar informações relevantes e entregar feedbacks sobre seu trabalho. As principais vantagens de permitir o trabalho a distância são:

  • flexibilização do horário, permitindo que os empregados trabalhem no período que se consideram mais produtivos (quando isso é compatível com a função executada);
  • aumento na qualidade dos trabalhadores, afinal, as barreiras geográficas não são mais impeditivos para isso;
  • otimização da produtividade, pois o funcionário passa a entender melhor qual é a relação entre suas tarefas e as demandas da empresa, focando nos resultados;
  • redução de custos com estruturas robustas;
  • escalabilidade do negócio sem a necessidade de grandes investimentos. Um pequeno escritório pode acolher um grande time;
  • oferecer melhor qualidade de vida aos empregados, que podem ter mais tempo com a família.

Qual é o impacto do home office na produtividade?

Você deve ter percebido que o home office pode impactar positivamente a produtividade dos funcionários, não é mesmo? Contudo, um dos maiores medos das empresas é uma queda nos resultados ao adotar essa modalidade. Entretanto, muitas vezes, ela está relacionada à falta de treinamentos e de capacitação das equipes,

Se a empresa apenas envia o trabalho para a casa do seu empregado, sem dar um suporte, criar estratégias para fortalecer a cultura organizacional e realizar o monitoramento adequado das atividades, a tendência é que ele fique perdido e não se adapte tão facilmente.

É possível ser produtivo no home office?

Sim! Essa é a realidade de muitos profissionais que conseguem um bom desempenho com o trabalho realizado. Assim como o trabalho dentro da empresa, o ponto principal não é se existe alguém checando o tempo todo o que os outros estão fazendo. Os fatores principais são a criação de um ambiente adequado e a implementação de estratégias para motivar o trabalhador e promover a saúde emocional.

Existe uma lei que regulariza as atividades de home office?

A Lei 13.467/2017, também conhecida como Reforma Trabalhista, regulamentou essa modalidade de trabalho no Brasil. Ainda assim, surgem algumas questões que não estão claras na legislação, como quem será responsável pelo custeio da estrutura do funcionário (gastos com eletricidade, internet e equipamentos, por exemplo).

No momento, a conversa e o bom senso são as melhores ferramentas para chegar a um acordo, garantindo que a empresa não terá prejuízos e que o trabalhador será capaz de executar suas demandas.

Como implementar o home office ou o teletrabalho?

Montar um escritório em casa pode ser relativamente simples, mas quando essa é uma ação para equipes, existem alguns pontos que podem contribuir para a melhor adaptação dos funcionários, com o suporte adequado. Veja, a seguir, alguns pontos que você deve observar ao aplicar o trabalho a distância na sua empresa:

  • capacite seus colaboradores — é importante realizar treinamentos e fazer com que os colaboradores sejam capazes de executar suas funções a distância;
  • alinhe as metas e expectativas — os objetivos da empresa nem sempre são os mesmos do funcionário, por isso, é importante deixar claro o que seu negócio espera de cada um e quais são as datas de entrega;
  • garanta a estrutura — talvez seja preciso ter uma internet de qualidade e um bom computador para que as tarefas aconteçam. Mesmo que a empresa não forneça o material para o trabalhador, é importante confirmar que ele terá acesso ao que for necessário para entregar seu trabalho; 
  • tenha uma escuta ativa — saber como a equipe se sente, se precisa de apoio em algum aspecto ou se tem uma sugestão para a melhoria do trabalho é ainda mais importante quando o encontro físico não acontece com frequência;
  • fortaleça a cultura da empresa — para ajudar todos a se engajarem e motivarem, além de representar a marca mesmo a distância, é importante ter diretrizes claras sobre o posicionamento do negócio, além de colocar em prática o propósito da empresa;
  • faça reuniões com feedbacks periódicos — caso não seja possível encontrar presencialmente, já existem muitas ferramentas que ajudam nas reuniões virtuais. Garanta que esse evento aconteça pelo menos uma vez por semana e dê um retorno individual e coletivo para a equipe;
  • promova a melhoria contínua — por fim, no trabalho a distância, é essencial despertar nos empregados a mentalidade do que pode ser melhorado, encontrando soluções eficientes e proativas para obter resultados de sucesso.

Viu como o impacto do home office na produtividade pode ser até mesmo positivo para o seu negócio? Para isso, é importante ter atenção ao bem-estar dos colaboradores, além de oferecer capacitações para que eles saibam focar nos resultados, mesmo a distância. Afinal, um time engajado não precisa significar necessariamente uma equipe que está reunida presencialmente.

Gostou deste artigo? Então, compartilhe o texto nas suas redes sociais e ajude mais pessoas a terem uma boa experiência com o home office!